Bolsonaro afirma que irá propor que auxílio emergencial pague quarta parcela.

Atualmente, o auxílio emergencial prevê o pagamento de três parcelas de R$ 600.

Bolsonaro afirma que irá propor que auxílio emergencial pague quarta parcela.
      O Presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira (28), que o governo irá propor o pagamento de uma quarta parcela do auxílio emergencial, atualmente no valor de R$ 600, porém, o valor ainda está sendo estudado pelo governo, que eventualmente pode reduzi-lo. “Nós já estudamos uma quarta parcela com o Paulo Guedes. Está definindo o valor, para ter uma transição gradativa e que a gente espera que a economia volte a funcionar”, afirmou o presidente durante sua live semanal, transmitida pelas redes sociais.
      Atualmente o planejamento do auxílio emergencial prevê o pagamento de três parcelas de R$ 600 para trabalhadores informais, integrantes do Bolsa Família, pessoas de baixa renda e mãe menores de idade. De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca de 59 milhões de pessoas já receberam o benefício. Cada parcela do auxílio emergencial custa aos cofres públicos cerca de R$ 48 bilhões.
      Sob o mesmo ponto de vista, ainda na quinta-feira (28), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a permanência por mais tempo do pagamento do auxílio emergencial, no atual valor, por causa da paralisação de atividades econômicas no país em razão das medidas de distanciamento social para evitar maior propagação do novo coronavírus.
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
Comentários

Veja também

\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\\

Envie sua mensagem e assim que possível estaremos respondendo!

Esse site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar o acesso, você concorda com nossa Política de Privacidade. Para mais informações clique aqui.